Histórias do Brasil

203 candidatos disputaram a presidência em 1894

Após a proclamação da República, tivemos dois presidentes escolhidos por acordos políticos: Deodoro da Fonseca, em 1889, e Floriano Peixoto, em 1891. Eleições diretas só aconteceram em 1894. Apenas homens alfabetizados e de posse, acima de 21 anos, além de militares e religiosos, puderam ir às urnas decidir o futuro político do País.

Duzentos e três cidadãos lançaram candidatura para o posto mais importante da Nação. entre eles, figuras famosas, como Prudente de Morais, Afonso Pena e Rui Barbosa.

No dia do pleito, em 1º de março de 1894, 356 mil pessoas compareceram às urnas – o voto não era obrigatório e apenas 35% dos eleitores estiverem presentes. O escolhido foi o paulista Prudente de Morais (imagem), com avassaladora vitória: 88% dos votos. Já Rui Barbosa, um dos intelectuais mais importantes da história do País, terminou as eleições apenas em quarto lugar, com menos de 1% dos votos.

Da Redação do Almanaque Brasil