Ilustres Brasileiros

Abdias do Nascimento dedicou a vida pela superação do racismo

Negro, barba branca, olhar sereno. Por trás de uma aparência tranquila vivia uma das personalidades mais combativos pela superação do racismo na história do País. Nascido no interior paulista, Abdias do Nascimento lutou ininterruptamente pela valorização dos negros brasileiros. “A nossa sociedade nasceu sob o signo do racismo e continua racista até hoje”, explicava.

AbdiasNascimento
(foto: divulgação)

O seu engajamento começou no longínquo ano de 1929, quando veio morar na capital. Indignou-se que determinados estabelecimentos não permitiam a presença de negros. Em 1944, fundou o Teatro Experimental do Negro, primeiro grupo teatral a tratar do assunto no País. Também promoveu palestras, exposições, congressos. Já propagava, naquela época, a necessidade de cotas universitárias.

Depois iria para a política. Com a entrada dos militares no poder em 1964, porém, exilou-se no exterior. Rodou o mundo dando palestras em universidades e recebendo prêmios por sua atuação. De volta em 1981, tomou posse como deputado federal. Depois, senador. Quebrou o protocolo ao dispensar o terno e gravata: vestia-se com trajes africanos. É o primeiro negro brasileiro a ser deputado e senador.

Em 2010, cogitou-se seu nome ao Prêmio Nobel da Paz. Morreria no ano seguinte, aos 97 anos. “Abdias incluiu questões de interesse para a população negra nas grandes discussões nacionais. Seu legado permanece vivo alimentando nossa luta”, afirma o historiador Gabriel Rocha.

Da Redação do Almanaque Brasil