Histórias do Brasil Musica

Chico Buarque, quem diria, também compôs música de Natal

O escritório imobiliário Clineu Rocha resolveu inovar no brinde de fim de ano para os clientes em 1967: contratou um músico para gravar uma canção exclusiva. O texto da capa do disco-presente comemorava “uma das melhores ideias” que a empresa já teve: “Ídolo de velhos, moças e crianças, quem melhor do que Chico Buarque para levar-lhes
nossa mensagem Natal?”. E continuava: “É ele o portador ideal das mensagens de paz, amor e fraternidade que, afinal de contas, é tudo quanto desejamos a todos”.

chico
Capa do compacto da imobiliária Clineu Rocha (imagem: reprodução)

Chico compôs e gravou a marcha Tão Bom que Foi o Natal, com versos natalinos entre refrão rimado: Tão bom, tão bom, tão bom que foi o Natal / Ai quem me dera fosse o ano inteiro igual (…) Papai Noel completa toda coleção / Boneca, bicicleta, bola, bala e balão. Dez anos depois, tomou um susto ao descobrir que a canção natalina continuava a ser tocada como jingle da empresa, mesmo sem sua autorização.

Da Redação do Almanaque Brasil