Histórias do Brasil

Santa Bárbara d’Oeste leva a marca feminina no nome e na história

Oficialmente, o único município brasileiro fundado por uma mulher é o paulista Santa Bárbara d’Oeste, localizado a 140 quilômetros da capital do estado. A pioneira a desbravar a região foi Margarida da Graça Martins. Filha única, viúva duas vezes e mãe de três filhos, a mulher logo se viu obrigada a comandar os negócios da família.

Margarida chegou àquelas plagas em 1817, após receber terras doadas pela Coroa Portuguesa a quem se dispusesse a cultivá-las. Devota de Santa Bárbara, doou parte das terras para a construção de uma capela em homenagem à santa. A data da finalização da obra, 4 de dezembro de 1818, é considerada a fundação do município.

Apesar do papel de destaque na região, Margarida ficou pouco tempo na cidade recém-fundada. Em 1821, voltou a Santos para tocar o engenho da família. Os registros, porém, marcarão para sempre que Santa Bárbara d’Oeste é a única cidade brasileira que leva a marca de uma mulher no nome e na história.

Por Bruno Hoffmann