Banner
Caipira, quase gago e procissão E-mail
Escrito por Almanaque Brasil   

Repertório completo de piadas de Almanaque.

Caipira bom de mira

O filho do fazendeiro chega na cidadezinha com o novo carrão conversível que comprou na cidade. O amigo capiau pega uma carona na Mercedes e estranha o símbolo no capô:

– Uai, pra mó de quê serve a estrela aí em cima?

– Ah... Isso aí é a mira do carro! Quer ver só acertar em cheio naquela velhinha ali na frente?

O riquinho acelera e finge que vai na direção da velha. Só acaba com a brincadeira e desvia quando chega bem pertinho.

– Ih, dotô... Essa mira não presta, não. Se não sou eu pra abrir a porta o senhor não atropelava a véia.

Um par

O sujeito contrata um detetive e descobre que sua mulher tem um amante. Ele corre para a janela:

– Você só me deixou uma saída, Maria Helena! A única coisa que eu posso fazer agora é pular desse apartamento.

– Deixe de ser burro, Carlos Augusto! Eu te coloquei foi um par de chifres, não um par de asas!

 

Escritório movimentado

No escritório de advocacia, a secretária nova está em fase de teste. No primeiro dia de trabalho, o chefe passa a tarde toda fora e chega só no fim da tarde:

– Alguém esteve aqui enquanto eu fui para a reunião?

– Sim, senhor – responde ela, prestativa.

– Quem foi?

– Eu estive, doutor.

O advogado quase perde a paciência, mas respira fundo:

– Não é isso que eu quis saber, jovem. Pergunto se alguém entrou aqui depois que eu saí.

– Hum... entrou!

– Quem foi?

– O senhor.

 

No-no-me-me-me

O funcionário do banco abre o cadastro de um novo correntista:

– Seu nome, por favor?

– Augu-gu-gus-to-to do-dos Santo-to-tos.

– O senhor é gago, seu Augusto?

– Eu não, mas o tio que me registrou no cartório era.

 

Milagre no interior

A procissão ia descendo a rua quando um touro perdido se aproximou galopando. Foi um Deus nos acuda de gente fugindo pra todo lado. Enquanto isso o sacristão que ia na frente não arredou pé, ergueu o enorme crucifixo de dois metros e se manteve firme. Nisso o boi se assustou e foi embora.  O povo comemorou:

– Milagre, milagre!

Até o padre se convenceu da bênção e foi cumprimentar o sacristão:

– Meu filho, sua fé salvou a procissão!

– Que isso, seu padre. Se o touro chegasse perto, eu dava logo uma cristada nele!

 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.