Colaboradores E-mail



Rolando Boldrin

Ator, músico e apresentador de tevê, é um dos maiores defensores da cultura brasileira – especialmente a do interior do País. Além de realizar shows, apresenta o programa Senhor Brasil na TV Cultura. Com sua coluna Causos de Rolando Boldrin, onde reúne histórias pitorescas e divertidas da caboclada nacional, é o mais antigo dos colaboradores do Almanaque.



Laerte Coutinho

Um dos grandes nomes dos quadrinhos brasileiros, Laerte cursou Música e Jornalismo na USP, mas não chegou a terminar nenhum dos cursos. Participou de diversas publicações, como O Pasquim e Balão, e criou inúmeros personagens, como Os Piratas do Tietê e o super-herói egocêntrico Overman. Colaborou com a seção Bom Humor entre 2001 e 2008.



Mylton Severiano

Editor contribuinte do Almanaque Brasil, é também um dos fundadores da revista. Trabalhou em diversos jornais, revistas e canais de tevê. É autor de Paixão de João Antonio, Se Liga – O livro das drogas, entre outros. Escreve mensalmente a coluna Em Se Plantando, Tudo Dá, recheada de histórias e propriedades dos mais diversos vegetais que brotam nestas terras.



Kátia Reinisch

Cofundadora da Abra (Associação Brasileira de Arte-educadores), trabalha com educação infanto-juvenil usando métodos lúdicos, com ênfase no teatro de bonecos – para o qual também escreve e adapta textos. É parceira de Mylton Severiano na coluna Em Se Plantando, Tudo Dá e também no livro homônimo, que reúne os textos publicados na seção.




Lourenço Diaféria

Entrou no jornalismo em 1956, no diário Folha da Manhã. Ao longo da carreira, foi se especializando no gênero crônica. Publicou suas observações líricas e de um humor característico nas principais publicações brasileiras. Em 2000, estreou no Almanaque a saborosa seção Almacrônica, que só abandonou pouco antes de morrer, em 2008.




Heitor e Silvia Reali

Textos, fotografias e desenhos. Eles são praticamente autossuficientes quando contam suas histórias sobre a diversidade de cores, sabores e paisagens do País. À frente da seção Viva o Brasil, que também já virou livro com selo do Almanaque, o casal roda os quatro cantos do nosso território, trazendo sempre na bagagem cenários, enredos e personagens únicos.




Iolanda Huzak

Fotojornalista, colabora com diversas imagens presentes no Almanaque. Em sua carreira, sobressai a sensibilidade na abordagem de temas como o trabalho, a infância e a cultura brasileira. Além de um consistente trabalho autoral, publicado amplamente na imprensa brasileira, é coautora de livros como Crianças de Fibra e Serafina e a Criança que Trabalha.



Joel Rufino dos Santos

Referência em cultura negra no País, formou-se em História e atualmente leciona na UFRJ. Como escritor, publicou vários livros infantis, didáticos e paradidáticos. Na seção Que História É Essa?, para a qual colaborou de 2005 a 2008, escrevia textos que transitavam entre a realidade e a mais engenhosa ficção. “A alma da História são histórias”, arrematava.



Luciano Tasso

Formado em Comunicação Social pela USP, trabalhou como diretor de arte em diversas agências de publicidade em São Paulo. Foi sócio da Kropki Multimídia, agência especializada em projetos para a internet. Desde 2007 atua como ilustrador editorial e animador em seu próprio estúdio. São dele os divertidos desenhos da seção O Teco-Teco.




Moa

Formado em Jornalismo pela PUC do Rio Grande do Sul, começou a desenhar profissionalmente em 1986. Trabalhou em jornais, campanhas políticas, materiais publicitários e livros didáticos. Em 2004, lançou o livro de histórias infantis Planetinhas. No Almanaque, publica mensalmente tiras inéditas na seção Bom Humor – Nosso e dos Leitores.