Banner
Centro cultural abre portal para Cidade de Deus E-mail
Escrito por João Xavi, de São João do Meriti (RJ) - OVERMUNDO   

21 de agosto - dia do favelado

A comunidade da Cidade de Deus ficou famosa graças ao filme homônimo. Imagens de violência e miséria circularam pelas salas de cinema mundo afora. Uma das vozes que se empenham em propagar outra visão é a do rapper MV Bill. Nascido e criado na comunidade da CDD (como é carinhosamente chamada por seus moradores), há anos Bill vem utilizando seu prestígio como músico para articular melhorias. Uma de suas mais bem-sucedidas empreitadas pode ser vista a olho nu: um prédio de dois andares cravado no meio da favela.

O centro cultural da Cidade de Deus foi materializado em 2004, por meio de uma parceria entre Bill, a Central Única das Favelas (Cufa) e Ronaldo Nazário, “o fenômeno”. Bill conseguiu o lugar, Ronaldo entrou com a verba para as obras e a Cufa ficou responsável por gerenciar o espaço.

O centro cultural concentra uma série de atividades gratuitas, como teatro, grafite e cinema. Figuras  conhecidas do mundo das artes já fizeram as vezes de professor, como Caetano Veloso, João Moreira Salles e Cacá Diegues. Parcerias com a Prefeitura e com programas de democratização da informática oferecem um telecentro, onde a comunidade tem acesso gratuito à internet. Há também o Clube Escolar, com atividades como tênis de mesa, judô, dança, futebol e ginástica.

No cenário da comunidade, o centro cultural surge como um portal que permite que as pessoas tenham, a poucos metros de casa, acesso a um mundo de tamanho indefinido. Um mundo que tem muito a dizer e, principalmente, muito a ouvir.


SAIBA MAIS Confira outros conteúdos sobre o assunto no site do Overmundo.
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.