Banner
Guerra das cervejas existe há décadas E-mail
Escrito por Angela Pinho   

Veja como começou a concorrência entre grandes cervejarias do País.

12 de agosto de 1904. Surge a Companhia Cervejaria Brahma, do suíço Joseph Villiger. Ele, que já fazia cerveja no Rio havia 16 anos, tinha concorrente: a Companhia Antarctica Paulista, no mercado desde 1889. Em 1934, a Brahma ataca com o chope engarrafado. Para o lançamento, chama Ary Barroso e Bastos Tigre, que compõem:

O Brahma Chopp em garrafa
Querido em todo o Brasil
Corre longe, a banca abafa
É igualzinho ao do barril.


A música, gravada por Orlando Silva, deflagra a guerra entre as cervejas. A Antarctica promove concurso para escolher música sobre seu chope. Ganha duas: Chope, Só de Barril, de Custódio Mesquita; e Madame du Barril, de Hervê Cordovil e Lamartine Babo, inspirados na Madame du Barry, condessa guilhotinada na Revolução Francesa.

Em 1999, quem diria, Brahma e Antarctica se fundem na AmBev. Mas a guerra das cervejas não parou.
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.