Banner
Oito Maracanãs sobre as águas E-mail
Escrito por Mariana Proença   

Megaconstrução atravessa a baía de Guanabara para unir duas cidades.

1875. Pedro II incentiva projeto de túnel que ligue o Rio a Niterói. Não vingou. A travessia pelas barcas, um século depois, demorava mais de hora. Quem fosse por terra contornando a baía percorria mais de 100 km.

A ponte Rio-Niterói foi inaugurada a 4 de março de 1974: 9 km sobre o mar. Começou a ser erguida em 1968. Muitos operários morreram e, diz a lenda, alguns, por acidente, teriam sido soterrados nos pilares por toneladas de concreto.

Hoje, passam ali 140 mil carros por dia, mais que o dobro da capacidade. O ponto mais alto fica a 70 m do mar. Pilastras chegam a 210 m de profundidade. Os 220 milhões de quilos de cimento formariam 1.500 pilhas da altura do Pão de Açúcar ou construiriam oito estádios do Maracanã. O ministro dos Transportes da época, Mário Andreazza, defendeu: "Não é uma obra faraônica ou suntuária: nada tem de pessoal, de divina ou tumular."
ponte
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.