Banner
Protetor dos comunicadores E-mail
Escrito por Mariana Proença   

O apóstolo Paulo escrevia cartas às comunidades para pregar o cristianismo.


No Brasil, um dos maiores países cristãos do mundo, corre a história de Saulo, nascido no ano 10 de nossa era, em Tarso, Cilícia, na atual Turquia. Filho de fariseus, mas fiel seguidor das tradições do judaísmo, aos 18 anos estudava Teologia em Jerusalém.

Torna-se rabino e abraça missão: defender a honra de Deus e destruir seguidores de Cristo, que havia morrido cerca de seis anos antes. A caminho de Damasco, na atual Síria, por volta do ano 36, uma luz intensa o cega e o atira ao chão. Uma voz vem do céu:

- Saulo, por que me persegues?
- Quem és?

- Sou Cristo.

Saulo perdeu a visão. Levado para Damasco pelos companheiros, ficou três dias sem ver, sem comer e sem beber. Ananias, discípulo de Jesus, foi ao encontro dele. Dizia-se enviado por Cristo para que lhe restituísse a visão e o tornasse "pleno do Espírito Santo". Batizou-o de Paulo; e Saulo, o fariseu, virou apóstolo do cristianismo.

25 de janeiro é a data da conversão do santo. Paulo passou a pregar de cidade em cidade.

Conta-se que aliava bons sentimentos a uma força de vontade invencível.

Escrevia cartas para comunidades que ajudava a formar, 14 delas lidas nas celebrações cristãs. Portanto, tamb ém é conhecido como protetor dos comunicadores.

Você sabia...

... que José de Anchieta e Manuel da Nóbrega rezaram a primeira missa dos campos de Piratininga no dia da conversão de Saulo em Paulo e por isso batizaram o nascente povoado com o nome do santo?

 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.