Banner
Índios se rebelam contra "bárbaros brancos" E-mail
Escrito por Mariana Proença   

A Guerra dos Tamoios dura até 1567.

1504. Chegam os franceses. Entram em contato com tupinambás e, em 1555, fundam a colônia França Antártica, na baía do Rio. Unem-se e lutam contra portugueses, estes aliados aos tupiniquins.

Em 10 de julho de 1562, tupinambás atacam São Paulo de Piratininga. Os portugueses resistem e vencem.

Tem início a Confederação dos Tamoios. Várias tribos se unem e passam a lutar contra os tapuitingas ("bárbaros brancos", os portugueses), que escravizavam e matavam índios.

A Guerra dos Tamoios dura até 1567. Caciques tupinambás destacam-se: Cunhambebe, Aimberê, Coakira. Jesuítas Manuel da Nóbrega e Anchieta negociam a paz. Chegam a acordo. Portugueses não escravizariam índios e estes não atacariam vilas lusitanas. Mas Portugal quebra o tratado. Expulsa os franceses e quase acaba com os tupinambás, uma das centenas de nações indígenas dizimadas desde 1500.
tupiniquim2
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.