Banner
Com a sogra, Lampião não criava caso E-mail
Escrito por Natália Pesciotta   

28 de abril - dia da sogra

Nem precisa ser muito macho pra sair por aí falando mal da sogra. Mas Lampião, que é Lampião não podia reclamar da sua. Pra começar, foi ela quem estimulou a filha a ter um romance com o rei do cangaço. Os bandoleiros passaram pela fazenda da família e dona Déa imaginou que Maria Bonita, então aos 18 anos, seria feliz ao lado da lenda viva. Detalhe: a jovem já era casada com um sapateiro.

Há quem diga que a sogra ainda quebrou outro galho para o cabra: assumiu um filho do casal de cangaceiros. Maria Bonita tinha dois irmãos gêmeos mais novos – Ananias e Arlindo. Mas apenas um deles seria realmente seu irmão. O outro era cria sua, assumida pela avó depois que as duas embarrigaram ao mesmo tempo. Os rebentos de grupos de cangaceiros costumavam ser deixados com fazendeiros ou padres, e essa teria sido uma solução para não entregar o bebê do casal mais famosos do cangaço a qualquer um.

Ananias, 79 anos, morreu em setembro de 2009 em São Paulo. Em visita a Bahia três anos antes, os familiares lhe falaram sobre o grau de parentesco trocado. Ainda não se tem prova porque a única descendente direta reconhecida por Virgulino, Expedita, não fez o exame de DNA. Outro genro de dona Déa revela na sua biografia, Reminiscências de um Ex-Combatente de Volante, o segredo da sogra. Segundo José Mutti, com muita insistência, Déa confessou, sobre o gêmeo de pele mais escura: “É filho do homem.”


SAIBA MAIS

Clique aqui e leia Os Filhos do Rei do Cangaço, novo texto de João de Souza Lima.
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.