Banner
Tonho e Cacau foram capa de disco sem saber E-mail
Escrito por Natália Pesciotta   

Há quem pense que o emblemático retrato do disco Clube da Esquina tenha saído dos álbuns de infância dos autores, Milton Nascimento e Lô Borges. Nada disso: o fotógrafo Cafi registrou a cena na fazenda da família de Ronaldo Bastos, letrista do grupo, nas serras fluminenses. Detalhe importante: até pouco tempo, nem os próprios meninos sabiam que estampavam o importante álbum de 1972.

Após 40 anos do lançamento do disco, Tonho e Cacau foram localizados em Nova Friburgo pela reportagem do jornal O Estado de Minas. “Mas o que vai acontecer agora que o povo descobrir que esse menino não é o Milton Nascimento? Será que vão achar ruim comigo?”, desconfiou o jardineiro Carlos Rosa de Oliveira, tão reservado quanto na foto famosa. Funcionário de um supermercado, José Antônio Rimes comemorou: “A minha mãe vai ficar até emocionada. A gente nunca teve foto de quando era menino”.

Tonho lembra do dia em que brincava no morro de terra e foi fotografado. Ele e Cacau viviam juntos na fazenda em que os pais trabalhavam como lavradores. Jogavam futebol, bola de gude e nadavam no rio. Um nunca estudou, o outro completou até a quarta série. Ao jornal mineiro, Cacau concluiu sobre a época: “Era um tempo difícil, sim. Mas a gente ainda não sabia da bagunça que era o mundo”. Talvez ainda não tenham se dado conta de que sua infância represente um movimento musical e um momento do País. Segundo Cafi, a imagem dos meninos anônimos era o puro sentimento de brasilidade do disco que ela embalou. (NP)

SAIBA MAIS: Leia depoimento de Cafi ao Museu Clube da Esquina sobre a capa do disco.

 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.