Banner
Cartas de amor mudam História do Brasil E-mail
Escrito por Janaina Abreu   

O crime passional detonou a Revolução de 1930.

Durante a República Velha (1898-1930), vivemos a política do café com leite: paulistas (café) e mineiros (leite) se alternando no poder. Na sucessão de 1930, Washington Luís deveria indicar um mineiro. Mas indicou o paulista Júlio Prestes. Paraíba, Minas e Rio Grande do Sul ficaram contra. Criaram a Aliança Liberal, que lançou Getúlio Vargas e, como vice, João Pessoa, governador da Paraíba (1928-1930).

Perderam nas urnas. Tensão no País.

Em 26 de julho de 1930, Pessoa é morto pelo adversário político João Dantas. Dias antes, enviados de Pessoa tinham invadido a casa de Dantas. E divulgaram cartas íntimas trocadas entre Dantas e a amante.

O crime passional detonou a Revolução de 1930, com a deposição de Washington Luís e a chegada de Vargas ao poder. A bandeira da Paraíba ganhou o lema Nego, resposta telegráfica de Pessoa ao pedido de apoio à candidatura de Júlio Prestes.
pessoa4
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.