Banner
Carta Enigmática E-mail
Escrito por Bruno Hoffmann   

É considerado o responsável por trazer o futebol para estas terras.

A sua bagagem tinha roupas e itens pessoais. Mas outros objetos que colocou na mala para a viagem entre Inglaterra e Brasil mudariam a história do País: bolas, par de chuteiras, livros de regras, bomba de ar, uniformes. É considerado o responsável por trazer o futebol para estas terras.

Tudo começou quando o paulistano nascido no bairro do Brás em 24 de novembro de 1874 mudou-se para a Inglaterra aos nove anos. Filho de escocês com brasileira de origem inglesa, apaixonou-se por rúgbi, críquete e, claro, por futebol. Aos 20 anos, já com um aristocrático bigode, resolveu voltar à terra natal para trabalhar numa estrada de ferro. E tratou de pôr os objetos de seu amor futebolístico na bagagem.

O esporte era a coisa a que mais dava valor na vida. Mas espantou-se ao perceber que por aqui ninguém sabia o que fazer com uma bola como aquelas. O jeito foi reunir os ingleses que vieram trabalhar no Brasil e, em abril 1895, organizar a primeira partida de futebol que se tem notícia no País. O jogo, realizado na Várzea do Carmo, local onde hoje fica o Parque Dom Pedro, no centro de São Paulo, terminou em 4 a 2 para seu time.

O brasileiro de nome inglês foi fundamental para a criação da Liga Paulista de Futebol, a primeira do País. Também marcava gols pelo São Paulo Athetic Club. Encerraria a carreira em 1910, mas não deixaria o futebol de lado. Tornou-se árbitro e envolveu-se em outras atividades relacionadas ao esporte. Hoje dá nome à praça onde fica o estádio mais charmoso de São Paulo.


Resposta

 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.