Banner
Junte casca de ovo, pó de folhas e farelo de arroz: dá multimistura E-mail
Escrito por Lucas Carrasco   

21 de outubro - dia da alimentação nas escolas

A receita é simples e barata. Farelo de arroz, pó de folhas e casca de ovo. Misture tudo e pronto. Com essa fórmula, a nutróloga Clara Brandão propõe resolver o problema da merenda no Brasil. Ela é coordenadora de Orientação Alimentar do Ministério da Saúde e há 30 anos trabalha com nutrição infantil em todos os cantos do País.

Chamada de multimistura, sua ideia surgiu nos anos 1970, quando morava no Pará. A verba para a alimentação era curta. Muitas crianças sofriam de diarreia e quase 80% dos menores de 5 anos eram desnutridos. Clara visitou uma roça e viu que usavam pó de arroz no pé das plantas. Aplicou o farelo no preparo de alimentos de uma creche e, em três dias, a diarreia parou. Segundo a nutróloga, “quanto mais grave a desnutrição e menor a faixa etária, melhor é a resposta ao tratamento”. Após um mês, as crianças “pareciam flores desabrochando”, conta.

Disponíveis em qualquer canto do Brasil, os ingredientes da receita fornecem todas as vitaminas e minerais necessários para a molecada. A ideia é difundida até pela Pastoral da Criança. Hoje 20 mil comunidades são atendidas com a multimistura, que já chegou à África. “O governo deveria estimular as pessoas a usarem o que o País produz. Por que comer bolo de trigo e não de mandioca?”

Para Clara Brandão, a receita é muito bem aceita pelas crianças nas regiões mais carentes. Por isso, se adotada oficialmente pelo governo, certamente teria a capacidade de amenizar o problema nutricional nas creches brasileiras.
 

Adicionar comentário

Seus comentários serão moderados e assim que aprovados serão publicados no site.