Protegidos por São Cristóvão, de Norte a Sul do País

{agosto de 2005}

Nem 25 de julho comemora-se o Dia de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas. Nesse dia, milhares de motoristas pedem a bênção ao santo, protetor de quem tem o volante como profissão. Os Correios também aproveitam a data para homenagear, todos os anos, seus profissionais responsáveis por levar a carga postal aos cantos mais distantes do País. Na empresa, 25 de julho transformou-se, oficialmente, no Dia do Motorista.
Nos Correios, são mais de 14 mil condutores de veículos do quadro próprio, cerca de 13% do total de empregados. Essa legião percorre perto de 1 milhão de quilômetros diários – média de quase 700 quilômetros a cada minuto – e responde pelo transporte de mais de 8 bilhões de correspondências em todo o território nacional.


DUPLA EXEMPLAR
O voluntário Álvaro e o violeiro Crystian

Crystian da Silva

Álvaro Mozer, motorista na cidade paulista de Bauru, trabalha nos Correios desde 1997. Já rodou, nesses oito anos, aproximadamente 180 mil quilômetros de estradas: é como se tivesse dado quatro voltas e meia em torno da Terra pela linha do equador. No início do ano, foi eleito pelos colegas Empregado-padrão. De acordo com os avaliadores, mereceu a homenagem devido à dedicação profissional e ao interesse pelos Correios – o que inclui a participação em atividades voluntárias organizadas pela empresa em parceria com entidades sociais.
“Em razão desse trabalho, há o reconhecimento público aos profissionais e aos próprios Correios”, afirma.

Álvaro Mozer

Outro empregado participativo é Crystian da Silva, carteiro motorizado da agência de Cascavel, norte do Paraná. Na empresa desde 1995, tem como atividade paralela a coordenação da Orquestra Paranaense de Viola Caipira, com 30 integrantes, que apresenta modas de viola dentro e fora do Brasil.

Crystian também atua como juiz de handebol e participa do Coral dos Correios. Em agosto, seguirá com a orquestra para a França, onde apresentarão obras de Almir Sater, Renato Teixeira e Tonico e Tinoco, entre outros compositores de viola caipira.
“As atividades extras me ajudam a desenvolver a comunicação, que uso muito no atendimento ao público”, diz. “Seria muito bom se as empresas em geral contribuíssem, assim como os Correios, para fortalecer esse tipo de iniciativa, em especial aquelas ligadas à difusão da cultura brasileira.”


Números que falam

Nos Correios existem…

2.697      motoristas
11.776    carteiros  motorizados
1.869      motoristas terceirizados
15.707    linhas de entrega em operação
1.702     linhas terceirizadas em operação

…que transportam…

70.394    toneladas por mês

…e percorrem mais de…

33    milhões de quilômetros por mês

Da Redação
Nenhum comentário. Comente!
Compartilhar



Tags: , , , , ,