JOÃO PESSOA

SEDUTORA!

{dezembro de 2001}

Cidade de quatro séculos, cobiçada por franceses e holandeses na época colonial. Cidade mais verde do Brasil. Cidade de monumentos barrocos e praias de águas límpidas. Cidade onde o sol nasce primeiro.

Casario do centro de João Pessoa

João Pessoa, capital da Paraíba, coleciona títulos. Ali, no extremo leste das Américas, na Ponta do Seixas, o sol nasce primeiro em todo o continente. Cidade mais sos­se­ga­da do Nordeste e segunda mais ar­bo­ri­za­da do mun­do, superada apenas por Paris.
João Pessoa, antiga Paraíba, é a terceira cidade mais an­ti­ga do País (1585), depois de São Vicente e Salvador. Pre­ser­va relíquias do Brasil colonial, importante conjunto de cons­tru­ções barrocas.

Igreja de São Francisco

O centro histórico ostenta suntuosos monumentos; o ca­sa­rio colorido contém algumas das mais importantes amos­tras da arte barroca rococó do Brasil. Veja o conjunto fran­cis­ca­no, formado pela Igreja de São Francisco e pelo Con­ven­to de San­to Antônio. Obra concluída em 1770, trans­for­ma­da em centro cultural, espaço para oficinas e ex­po­si­ções, salas de arte sa­cra barroca e arte popular. Co­nhe­ce­ça também outros belos monumentos: Mosteiro de São Bento; Igreja N. S. da Guia;

Pôr-do-sol na Praia do Jacaré

Igreja N. S. do Carmo, que serviu de residência ao primeiro bispo da Paraíba; The­a­tro Santa Roza (1889), em estilo bar­ro­co, uma das casas de espetáculo mais antigas do País; Pa­lá­cio da Redenção (1586), antigo convento dos jesuítas, sede do governo estadual, que abriga o mausoléu de João Pessoa com suas cinzas; a antiga Faculdade de Direito (1586), ex-Colégio dos Jesuítas; Tribunal de Justiça (1919), que abriga o mausoléu do presidente Epitácio Pessoa e expõe fotos dele, objetos de uso pessoal, mobiliário.

Praia de Cabo Branco

Verde
Duas reservas de Mata Atlântica ocupam dois ter­ços da capital paraibana. Riachos e fontes naturais cor­tam a Mata do Buraquinho, com mais de 400 hectares de ár­vo­res. O Par­que Arruda Câmara, conhecido como Bica, tem 47 hec­ta­res. Outro conhecido cartão postal é a Lagoa do Parque Solon de Lucena, com suas palmeiras im­pe­ri­ais.

Caprichos da Natureza
Duas atrações das praias da Pa­ra­í­ba só exis­tem durante al­gu­mas horas do dia e 22 dias por mês: as piscinas na­tu­rais do Pi­cão­zi­nho e o ban­co de areia que forma a ilha de Areia Vermelha. Em frente da praia de Tam­baú, a 700 m da cos­ta, pe­gue um barco para che­gar a Pi­cão­zi­nho.

Praia na Ilha de Areia Vermelha

Ban­co de corais cer­ca­do de pis­ci­nas na­tu­rais. Na água morna, peixes co­lo­ri­dos vêm co­mer nas mãos dos turistas. Areia Vermelha, ilhota em fren­te da Praia de Cam­bo­i­nha, fica em Ca­be­de­lo, mu­ni­cí­pio vi­zi­nho. Só apa­re­ce qua­tro horas por dia na maré baixa. O ban­co de areia aver­me­lha­da pelas al­gas tem 2 km de extensão.

Mar, areia e sol
João Pes­soa vive sob o sig­no do sol. Com­pa­nhei­ro fiel, man­tém a água do mar entre 24 e 27 graus o ano inteiro. Há belas ­praias jun­to da ci­da­de, aben­çoada por le­gis­la­ção esta­dual que proíbe a cons­tru­ção de prédios com mais de quatro an­da­res, que im­pe­çam a vista da orla.

Praia do Poço

As praias têm águas lim­pas, tran­qüi­las e belas. Perto da área mais ur­ba­na fica a Praia da Pon­ta do Seixas, extremo leste do Brasil. Do Farol do Cabo Bran­co, veja o sol nas­cer.
A praia de Tambaú, a 5 km do centro, é a pre­fe­ri­da. Tem re­ci­fes e pis­cinas na­tu­rais. Ou­tras ­praias pro­cu­ra­das: Manaí­ra (8 km), Cabo Bran­co (10 km) e Praia do Bes­sa (11 km), com du­chas em for­ma de gol­fi­nhos.

Praia do Jacaré

Pôr-do-sol ao som de Ravel

Cabedelo mais parece bairro de João Pes­soa. Ci­da­de portuária, en­tre o Atlân­ti­co e o Rio Pa­ra­í­ba, tem his­tó­ria rica, como atesta o Forte de San­ta Catarina (1586), que con­ta um pou­co da his­tó­ria da região. Em Cabedelo estão al­gu­mas das prai­as mais bo­ni­tas. In­ter­ma­res, Ponta de Cam­pi­na, Poço, Cam­bo­i­nha, Areia Dou­ra­da, For­mo­sa, Pon­ta de Ma­tos, Di­que e Ja­ca­ré. A mai­or atra­ção é a praia do Ja­ca­ré. Praia de água doce, no Rio Paraíba, onde o pôr-do-sol acon­te­ce ao som do Bo­le­ro de Ra­vel. Nin­guém sabe como começou a his­tó­ria. To­dos os bares põem a música assim que o sol se apro­xi­ma do ho­ri­zon­te. Até apos­tam para ver quem faz co­in­ci­dir o úl­ti­mo acor­de com o último raio de sol.

Praia de Tambaba


Todo o mundo nu

A 35 km ao sul da capital, em Conde, fica a Praia de Tam­ba­ba. De mar verde-azu­la­do, com pe­dras e pis­ci­nas naturais, ganhou fama por ser a pri­mei­ra praia oficial de nudismo do Bra­sil. Mas tem um trecho de 200 m para quem pre­fe­re usar traje de banho.

Tentações
É tradicional o artesanato da Paraíba. Compre bi­ju­te­ri­as de os­sos bovinos, no Farol de Cabo Branco. Redes co­lo­ri­das e es­cul­tu­ras de estopa você en­con­tra no Mercado de Ar­te­sa­na­to Pa­rai­ba­no (MAP), em Tam­baú, com 128 lojas. Ven­dem co­mi­das e be­bi­das regionais, tapetes, pas­sa­dei­ras, to­a­lhas de mesa, man­tas, col­chas, len­çóis de linho e outras ten­ta­ções. Toda a ci­da­de ser­ve pra­tos vigorosos, carne-de-sol, ar­roz-de-leite, fei­jão-de-corda, carne de bode, ru­ba­cão (feijão, arroz, carne, quei­jo e le­gu­mes), baião-de-dois (feijão e arroz), pa­ço­ca (car­ne-de-sol so­ca­da no pilão com farinha), fava, buchada de bode e sarapatel. So­bre­me­sas: queijo assado com mel do en­ge­nho, ta­pi­o­ca, pa­mo­nha e co­a­lha­da com ra­pa­du­ra e fa­ri­nha.

Veja mais fotos de João Pessoa>>>

Serviço
Como Chegar

Voe pela TAM. Reservas: 0800 123100.
PBTUR, Empresa Paraibana de Turismo: (83) 226-7078. Mantém Centros de Informação pela cidade. Disque Turismo, 1516, informa sobre pontos turísticos, hotéis e pousadas, restaurantes, passeios e roteiros, eventos, compras e serviços. Consulte também a página da prefeitura na internet: www.joaopessoa.pb.gov.br

Janaina Abreu
Nenhum comentário. Comente!
Compartilhar



Tags: , , ,