Por ISABEL MUELLER


Na mitologia grega associa-se a Zeus, filho de Cronos e Réia. Cronos devorava os filhos, para não ser deposto. Enganado por Réia, engoliu pedra pensando que era o recém-nascido. Crescido, Zeus derrota o pai e desposa Hera. Divide o reino com os irmãos. Fica com o céu e a terra; Hades, com o mundo subterrâneo; Poseidon, com o mar.
A cada amante de Zeus, Hera reage com vinganças, representando uma batalha entre o espírito criativo livre e o mundo da responsabilidade.
Outro mito é o do centauro Quíron. Senhor das ervas medicinais, uma flecha venenosa o fere na perna. Ferida incurável. Para acabar com a dor, Prometeu cede-lhe o direito de morrer. Quíron ascende aos céus para a Constelação de Sagitário.

ISABEL MUELLER é astróloga, escritora e poeta. Visite seu site: www.astroarte.com.br


Sagitário 22/11 a 21/12